Viver as festas de verão em Gaia

Ele é o Douro, as praias, as caves do vinho do Porto, com muita festa e cultura à mistura. Assim é o verão na nossa cidade, com eventos para todos os gostos e feitios. Veja aqui quais e faça-nos uma visita. Esperamos por si!

O nosso querido mês de agosto está de volta… Este ano um pouco mais confinado, é certo, devido à situação pandémica que ainda se vive em Portugal no mundo, mas nem por isso a nossa cidade quer deixar de celebrá-lo. Seja para devolver alguma normalidade aos gaienses e a quem nos visita, seja para levar cultura aos quatro cantos de Vila Nova de Gaia – cumprindo todas as condições de segurança -, o nosso município preparou festas e outros eventos para que o verão de 2020 não seja esquecido – e aqui pelas melhores razões. Ora veja!

Noites de Verão em Gaia

Assim se chama ao ciclo de concertos ao vivo que traz alguns dos melhores artistas do panorama nacional à nossa cidade. Até ao próximo dia 22 de agosto, entram “em campo” José Cid (14 de agosto), Miguel Araújo (15 de agosto), Carolina Deslandes (21 de agosto) e Xutos & Pontapés (22 de agosto) no Estádio Municipal da Lavandeira, para uma série de espetáculos ao vivo imperdíveis, com hora marcada às 22h e preço de 10 € por concerto – local de venda: Ticketline. Como forma de cumprir todas as regras de segurança, o espaço será delimitado, os lugares serão previamente identificados por cadeiras e respetivas marcações, cumprindo um distanciamento mínimo de 1,5 metros entre espectadores. A entrada e saída terá circuitos próprios, com sinalização no chão, para que não existam filas.

10.ª Bienal Internacional de Gravura do Douro 2020

Da música viajamos até às gravuras, com uma exposição que viaja por diversas localidades do norte do nosso país, fazendo escala na nossa cidade. De 10 de agosto a 31 de outubro, o Espaço Corpus Christi será palco de memória da II Guerra Mundial, quando se assinalam 75 anos sobre o seu término. Com a participação de 625 artistas, provenientes de 64 países, reúne 1.300 obras de artistas que experienciaram a guerra na “primeira pessoa” ou através de narrações de familiares. “2.ª Guerra Mundial, 75 anos depois: testemunhar através da obra gráfica” conta com uma obra de José de Guimarães, um trabalho que reflete o papel de Portugal no confronto de uma crise de refugiados, tanto na época como agora. Com ocupação máxima de 5 pessoas, uso obrigatório de máscara facial e obrigatoriedade de desinfeção de mãos à entrada do espaço, o horário da mostra é de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h (última entrada 12h30), e das 14h às 18h (última entrada às 17h30). Encerra das 13h às 14h para higienização do espaço.

Mercado Municipal de Produtos Biológicos

“Olhá maçã e a cenoura biológica, é aqui freguês, é aqui”. São pregões como este que pode ouvir todos os sábados, das 8h às 14h, até 26 de dezembro no Jardim Soares dos Reis. Sob o mote “Proteger – Assegurar o cuidado pela Natureza e pelo bem-estar de todos”, este mercado dinamizado pela autarquia local tem entrada gratuita para esta paleta colorida de produtos vindos diretamente da terra. Não se esqueça de cumprir todas as medidas de segurança e… boas compras!

Se tudo isto ainda não é suficiente para vir até à nossa cidade, deixamos-lhe outros argumentos de peso. Além dos 18 quilómetros de praias, não se esqueça que Vila Nova de Gaia está inserida na mais antiga região vinícola do mundo, o Douro, mundialmente reconhecido pela sua paisagem vinhateira. No nosso município encontra as seculares caves de Vinho do Porto, bem como a Reserva Natural Local do Estuário do Douro.

 

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço