Natal: 6 Passos para entrar no mood

  • Nada nos remete mais para esta época festiva do que a música. Na sua grande maioria das ‘músicas’ de Natal tratam-se de sons que nos são familiares e que, sem nos apercebermos, estão em todo o lado. Nos filmes, nos anúncios de tv, nos centros comerciais, em alguns telemóveis… Quem não conhece os grandes clássicos “White Christmas”, “All I want for Christmas” ou “The Christmas Song”?
  • Assistam às estreias de cinema juvenil. Hoje em dia os grandes estúdios esforçam-se por lançar filmes mágicos pensados, especificamente, para esta altura do ano. De momento está em vartaz o Vaiana, menos natalício é certo, e o Cantar que estreia em breve. Se não têm crianças em casa e recusam entrar sozinhos numa sala de cinema repleta de audiência infantojuvenil podem sempre, e por alternativa, recordar alguns desenhos animados da velha guarda. Continuam encantadores e se tiverem acesso à internet verão que são muito fáceis de encontrar no youtube.
  • Saboreiem alguns doces de Natal. As fatias douradas fazem parte do meu Natal, desde sempre. O arroz doce, o chocolate quente ou o bolo Rei, por exemplo, podem também ser uma ótima companhia numa tarde de leitura aconchegados no sofá, à lareira…
  • Reúnam aqueles amigos que tanto gostam mas que apenas vêem uma ou duas vezes por ano. Conviver e recordar alguns dos vossos melhores momentos vai certamente aquecer-vos o coração.
  • Armem a vossa própria árvore de Natal. De grande ou pequena dimensão, ela é o elemento imprescindível, depois saiam de casa e passeiem a pé, ou de carro, apenas para admirar as luzes e decorações que se espalham por todo o lado. Das freguesias que fazem o esforço de proporcionar isso aos moradores, aos comerciantes cheios de iniciativa ou aos que fazem questão de partilhar as suas decorações nas janelas ou portas da rua, acho mesmo impossível não reparar que já entrámos em contagem decrescente para o Natal.
  • Façam voluntariado. Ajudem os sem abrigo, recolham alimentos para o Banco Alimentar, vão tomar chá com a vizinha do lado, telefonem à vossa tia-avó… No fundo, dediquem algum tempo aos outros. Os poucos minutos que tiverem disponíveis podem significar muito para outras pessoas. Querem mais nobre sentimento que este? Feliz Natal!
Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço